A Estrada de Lalita

Há oito anos eu era só pranto e dor… Pela sexta vez, saía do hospital com braços e ventre vazios.
Sem descobrir o motivo de não conseguir manter uma gravidez e com uma tristeza e confusão tão grandes, nós dois entramos na sala do Dr. Leonardo Campbell, um médico que teve a delicadeza de perceber a nossa dor e que esclareceu cada procedimento que seria feito comigo a partir de mais aquele aborto espontâneo. Ao contrário das várias pessoas que nos trataram com a violência obstétrica de cada dia (agravada pelo fato de eu ter cara de estagiária com trinta anos na cara e um marido barbado que parecia mais velho, o que fazia que nos tratassem como irresponsáveis vindos de alguma clínica de aborto clandestina, ou tivéssemos tentado por conta própria e deu errado), ele levantou-se, sentou-me na cadeira com muito cuidado, recebeu o Emanuel e explicou direitinho o que seria feito. Explicou que já não estaria mais presente na hora da curetagem, mas que me deixaria nas mãos de um de seus melhores colegas e assim o fez. A dor era grande, mas o acolhimento daquele profissional foi um alento e tanto. O procedimento foi feito e, como ele prometera, na manhã seguinte estava lá sorrindo e me prometendo que isso iria passar. Conversou com meu marido e disse que poderíamos fazer uma tal “gravidez de doze meses” com acompanhamento dele. Orientou para que eu me recuperasse e voltasse a ele quando estivesse pronta para engravidar de novo, pois esse não era o meu problema. E nos ajudaria a manter nosso bebê na barriga até que ele estivesse pronto. Disse que eu poderia engravidar dali a três meses porque minha saúde era perfeita. E me deu alta um dia depois.

Saímos do hospital tristes e confusos, mas pensativos sobre essa possibilidade. Pesquisei sobre a tal gravidez de doze meses, mas ainda sofria muito. Já era a sexta tentativa a dar errado… E, dessa vez, quase passamos os cinco meses… Fiquei um mês inteiro muito mal emocionalmente. Emanuel segurou a onda firme.

Depois de um mês, resolvi começar esse acompanhamento.  Três meses depois, estavamos grávidos outra vez! Que medo!

Mas Leonardo, que à época se especializava em oncologia ginecológica, estava ao nosso lado, sempre sorrindo e tranquilo. Minha gravidez era de risco. Ele queria me passar para uma colega, mas eu só me sentia segura com ele. Então, ele ficou conosco até o fim.

A cada mês, quando tentávamos parar de tomar os medicamentos para manter a gravidez, era um susto maior. Bastavam dois dias sem o inibina, ou o dontac para as contrações começarem. Foi cada susto…

Até que, numa bela manhã do dia 09 de abril de 2009, às 9:24, pelas mãos do meu anjo protetor dos partos, veio ao mundo a Lalita Pequenita. A nossa Laurinha, que é uma florzinha a completar sete anos de idade com saúde, alegria e muito charme.

Uma bebê tão animada fora quanto era dentro da barriga. Tanto que, aos quase sete meses, ainda não sabíamos se era menina ou menino. Até o Vídeo da Ecografia quRsrs editei falava disso… Rsrs

E a música tema dela não poderia ser outra senão, A Estrada, do Cidade Negra. Além da hilária Eu Me Remexo Muito. Pq, né?

Neste dia, em que minha gatinha acaba de sair da primeira infância, já caminhou um bom bocado, mas está apenas no início de sua estrada, só tenho a agradecer por esses anos de tanta alegria, tanto amor, tantas conquistas, crescimento e aprendizado.

Lalita, você é o sol que faltava em nosso jardim. Você é a minha “coisinha boa”, minha “Lalita Pequenita”, minha ” Florzinha”, “Meu Presente de Deus”. Te amo muito, filha.

Deus te abençoe e proteja hoje e sempre. Feliz aniversário.

 

Anúncios

E aí? Tá Gostando? Então comenta, ué?!?! :D

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s